stress e ansiedade

Stress e Ansiedade: 5 Dicas valiosas e naturais para controlar e reduzir

O stress e ansiedade podem danificar a saúde física e mental. Mas antes de partir para tratamentos químicos, veja 5 dicas naturais para controlar e reduzir.

Nem sempre a gente consegue se ver totalmente livre de stress e ansiedade. Isso, por causa das situações do cotidiano, como esgotamento no trabalho, compromissos que não conseguimos gerenciar, trânsito engarrafado, excesso de preocupação com o passo e o futuro e diversos outros fatores.
Juntando tudo isso, quando percebemos, parece que a cabeça vai explodir e o coração vai sair pela boca. Mas calma, respire fundo e veja estas 5 dicas valiosas e naturais para stress e ansiedade.

1 – Stress e ansiedade aliviam com chás calmantes

Os chás de efeito calmante normalmente não possuem restrições. No entanto, 300ml por dia é suficiente para a ingestão de ervas. No restante do dia, prefira apenas água. Quando for tomar seu chá, evite a adição de açúcar e adoçantes.
Algumas folhas e ervas que possuem poder calmante e tranquilizante, são:
– Passiflora;
– Jasmim;
– Melissa (erva-cidreira);
– Camomila;
– Mulungu;
– Tília;
– Alecrim;
– Valeriana.

2 – Aromaterapia, já ouviu falar?

A aromaterapia é uma terapia alternativa, do ramo da fitoterapia, baseada no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar nas pessoas.
Para realizar a terapia são utilizados óleos concentrados de determinadas plantas aromáticas em forma de cremes, loções, gel ou óleo puro para fazer massagens ou inalações, por exemplo.
Dependendo da forma de uso, provoca efeitos físicos, mentais e emocionais, alterando a respiração, os batimentos cardíacos, pressão arterial, estados de ânimo e concentração.
A aromaterapia deve ser empregada com cautela e guiada por um profissional especializado, que saberá verificar as contraindicações, dosagens e melhores formas de uso.

3 – Stress e ansiedade podem reduzir com Triptofano

Ingerir uma quantidade equilibrada (indicada por médico ou nutricionista) do aminoácido L-triptofano pode estimular a produção do hormônio serotonina, causando bem-estar, melhorando a qualidade do sono e diminuindo a ansiedade.
Alguns alimentos que possuem L-triptofano são:
– banana;
– aveia;
– castanhas, amêndoas, nozes, semente de abóbora;
– camarão, salmão, atum, linguado, bacalhau;
– feijão;
– ervilha;
– lentilha;
– grão-de-bico;
– ovo.

4 – Exercícios físicos também são um remédio natural

Pra que mais natural do que movimentar o corpo e colocá-lo em conexão com a mente, exercitando também a concentração?
Os efeitos do exercício físico para reduzir stress e ansiedade podem ser percebidos já no momento em que se pratica. Seu efeito também é de longo prazo, afinal, com a prática frequente, o corpo acostuma com a liberação de endorfina, enzima que reduz stress e ansiedade, trazendo bem-estar.
Além disso, quando você percebe que sua condição física e sua saúde estão melhorando, a preocupação estressante e a ansiedade pelo medo de contrair doenças também reduz.

5 – Meditação – Um momento só pra você

Muitas pessoas acham que não conseguem meditar, pois essa prática exige reduzir a velocidade dos pensamentos, acalmar corpo e mente e se concentrar no seu próprio eu. Mas mesmo que você sinta dificuldade nas primeiras vezes, pode valer muito a pena continuar tentando e praticando.
Participar de um grupo de meditação pode ajudar, pois você encontra um ambiente e pessoas preparadas para ajudá-lo a induzir seu corpo e sua mente à prática através de técnicas específicas.
O grande objetivo da meditação é proporcionar foco e atenção no momento presente. Quando você consegue isso, é capaz de refletir de forma consciente sobre o que acontece em sua vida, o mundo que o cerca e começa a obter respostas sobre questões básicas que antes deixavam sua mente inquieta e desorientada. Assim, o stress e a ansiedade diminuem, pois os pensamentos se organizam através da autocompreensão e do autoconhecimento.

Lembre-se que cada uma dessas dicas referem-se a auxiliar quadros leves e controláveis de stress e ansiedade e devem ser avaliadas antes de ser praticadas, pois cada organismo tem suas necessidades e reações diferentes. Mantenha-se sempre em contato com seu médico para saber se possui restrições ou alergias antes de seguir as dicas por conta própria.

Priscilla Fortinho
priscillafortinho@gmail.com

Tem 29 anos e é apaixonada por escrever. Uniu o útil ao agradável ao se graduar em Comunicação Social e se especializar em Marketing de Conteúdo. Atualmente é uma Nômade Digital que escreve para empresas do Brasil e de Portugal.

0 comentários

Comente aqui