qualidade do sono

Qualidade do sono: saiba por que dormir bem é fundamental para a saúde

Descubra por que a qualidade do sono influencia muito na sua saúde. Veja 10 dicas do que fazer para conseguir dormir melhor.

Quem não consegue ter qualidade do sono, sofrendo de insônia ou tendo dificuldade para dormir, sabe o sofrimento que é. Passa o dia sentindo-se cansado e indisposto, dores aparecem por todo lado, corpo e mente vivem em desequilíbrio.

As funções do sono

Noites mal dormidas podem ser muito prejudiciais para a saúde. Simplesmente, porque o sono tem funções importantíssimas. Veja:

Restaurar o organismo
Uma noite bem dormida permite que o organismo reabasteça suas energias e volte à sua condição inicial: aquela disposição que sentimos antes de gastar as energias com as tarefas do dia.

Regular a temperatura corporal
Privar-se de uma boa noite de sono impede o organismo de regular sua temperatura. A temperatura do corpo está diretamente ligada à qualidade do sono. Percebemos isso quando ficamos acordando à noite com muito calor, por exemplo. Também quando estamos com febre.

Memória e aprendizado
Lembra quando você precisava estudar para uma prova e te diziam para fazer isso antes de dormir? Faz sentido, pois é durante o sono que as informações que recebemos durante todo o dia, sejam quais forem, irão se consolidar na memória. Não adianta virar a noite estudando e não descansar bem antes da prova.

Repouso do organismo
O sono também serve para todos os sistemas do corpo descansarem e conseguirem voltar à sua condição normal. Durante o sono a pressão diminui, os batimentos cardíacos também, os músculos relaxam, a produção de urina reduz.

Alguns hormônios necessitam de qualidade do sono para fazerem seu trabalho de forma eficiente. Veja como a falta de noites bem dormidas pode influenciar em problemas que você faz de tudo para resolver, mas não consegue ver resultados:

Insulina, que controla a glicose no sangue: quando em desequilíbrio, pode influenciar no desenvolvimento do diabetes.
Leptina e grelina, que controlam o apetite: quando em desequilíbrio, contribuem para a obesidade.
Produção de corticóide: quando em desequilíbrio, contribuem para disfunções na tireoide.
Hormônios do crescimento: quando em desequilíbrio, afetam o crescimento.
Prolactina, que produz o leite: quando em desequilíbrio, pode haver dificuldades em amamentar.

A qualidade do sono influencia em muito mais

Outros problemas e doenças que têm maior risco de se desenvolver porque têm relação direta com noites mal dormidas, são:

– Pressão alta;
– Doenças cardíacas e vasculares, como AVC, infarto e impotência sexual;
– Bruxismo;
– Síndrome das Pernas Inquietas;
– Narcolepsia;
– Ronco e apneia do sono;
– Sonambulismo;
– Terror noturno;
– Falar dormindo.

Viu só quantas funções podem ser afetadas se você dorme mal ou não dorme? De acordo com as orientações do Instituto Brasileiro do Sono, jamais devemos encarar o sono como perda de tempo. Se você sofre de algum destes problemas que citamos, procure um médico, pois a solução pode estar na qualidade do sono.

10 Dicas para aumentar a qualidade do sono

As dicas que vamos dar agora servem para você que se incomoda porque demora para pegar no sono. Estar sempre com a cabeça cheia pode causar isso. E algumas mudanças de hábitos podem ajudar a trazer grandes benefícios para uma noite bem dormida e sua disposição diária.

1 – Escolha o colchão e o travesseiro ideal para você

A qualidade do colchão que você dorme (ou tenta dormir) é muito importante. Na hora de escolher o colchão ideal, considere seu peso, sua altura, o material que ele é feito e a densidade. Procure também um travesseiro que o deixe com a coluna reta e que seja confortável.

2 – Prepare seu corpo e sua mente para dormir

Muitas vezes a falta de uma rotina para adormecer pode estar te prejudicando. Nesse caso, procure definir um horário para ir para a cama e, pelo menos uma hora antes, comece a reduzir suas atividades, tome seu banho e não coma mais nada.

3 – Leitura

Isso não é regra para todos, mas escolher um livro com uma história leve e agradável para ler antes de dormir, já na cama, pode influenciar a chegada do sono.

4 – Evite dar muita informação ao cérebro perto da hora de dormir

Atividades como assistir tv e ficar no celular podem prejudicar seu sono, tanto por causa da luz das telas, quanto pela quantidade de informações que você começa a processar.

5 – Tome um banho quente e vista roupas confortáveis

Procure deixar o banho para antes de se deitar. Um banho morno relaxa o corpo. Escolher a roupa ideal também ajuda. Esqueça roupas que possam apertar ou pinicar, não use roupas de academia, use pijamas mesmo, levinhos e soltos. Para algumas pessoas, a melhor opção é dormir sem roupas, apenas ficar debaixo das cobertas.

6 – Regule a temperatura do quarto

Um quarto muito quente ou muito frio pode atrapalhar muito seu sono. Para dormir, o ideal é que a temperatura do ambiente esteja em torno de 20 graus. Faça testes de como se sente mais confortável, pois isso também varia de pessoa para pessoa. O interessante é que seja uma temperatura mais baixa do que a normal do seu corpo.

7 – Evite estimulantes

Café, chá preto, comida pesada ou gordurosa, refrigerantes com cafeína ou remédios que contenham estimulantes devem ser evitados à noite. Se for o caso, converse com seu médico para considerar mudar o horário do seu remédio.

8 – Pratique exercícios

Gastar suas energias por meio de exercícios físicos é muito importante e ajuda a dormir melhor e por mais tempo. Se possível, faça-os no final da tarde, pois algumas horas depois seu corpo vai querer e precisar descansar.

9 – O quarto e a cama devem ser usados para descansar

Muitas pessoas acabam fazendo muitas coisas no seu ambiente de dormir e descansar. Isso não é regra, mas pode atrapalhar. O ideal é que seu cérebro associe o ambiente de descanso só ao descanso. Evite trabalhar ou passar o dia na cama e no quarto. Pode ajudar.

10 – Esvazie a mente

As formas de esvaziar a mente e se preparar para dormir são várias: se você está com a cabeça cheia, escreva tudo o que está pensando, assim, não fica com aquela ansiedade e medo de esquecer o que precisa fazer no dia seguinte. Outra opção é começar a praticar meditação antes de dormir. Sente-se em uma posição confortável, feche os olhos, concentre-se na sua respiração e em pensamentos leves e agradáveis ou a imagem de um ambiente calmo, coloque uma música baixa e tranquila, usando apenas uma iluminação leve e mais escura de abajur. Permita que seu cérebro reduza o ritmo.

Estas dicas podem ser praticadas hoje mesmo e comece a sentir a diferença. Ajude seu corpo a te ajudar.

Priscilla Fortinho
priscillafortinho@gmail.com

Tem 29 anos e é apaixonada por escrever. Uniu o útil ao agradável ao se graduar em Comunicação Social e se especializar em Marketing de Conteúdo. Atualmente é uma Nômade Digital que escreve para empresas do Brasil e de Portugal.

1 Comentário
  • Kistt
    Postado às 14:54h, 23 Fevereiro Responder

    Exatamente!
    Por isso que hoje trabalho com um dos pilares de uma vida saudável, o “sono”.
    Excelente matéria Pri..

Comente aqui